Com a vida fitness em alta, canais esportivos mais acessíveis e olimpíadas sediadas no Brasil, o brasileiro vem tendo cada vez mais contato com diversas modalidades de esporte. O futebol tem deixado de ser a única paixão nacional para dar espaço a outros amores.

A corrida, por exemplo, vem alcançando muitos adeptos por aqui e a cada dia nos deparamos com mais corredores em praças e parques. Mas, quem pensa que para praticar a modalidade é necessário apenas um calçado apropriado, precisa de mais informações, entre as quais ressaltamos a importância de uma nutrição adequada.

Existem vários suplementos no mercado para diversas finalidades, desde os que otimizam o preparo pré e pós-treino até aos que auxiliam no desempenho durante o percurso, melhorando a performance do atleta como um todo.

Abaixo, vamos listar 5 tipos desses suplementos para corredores que, normalmente, são indicados pelos profissionais em nutrição esportiva. Acompanhe!

1. Maltodextrina

Carboidrato complexo derivado do amido de milho que contém polímeros de dextrose. Esse suplemento fornece energia de forma gradativa e lenta ao organismo, evitando o cansaço muscular. É recomendado ingeri-lo de 15 a 20 minutos antes do treino. A quantidade depende da massa corporal do indivíduo.

2. D-ribose

Também um carboidrato complexo que fornece energia de forma gradual e lenta. A Ribose é um açúcar orgânico que sintetizamos naturalmente a partir da glicose. Porém, a quantidade que produzimos não é suficiente durante a prática de atividade física. Assim, sua forma sintética também pode ser utilizada antes do treino. A quantidade ingerida depende de características fisiológicas do corredor.

3. Isotônicos

Bebidas ricas em sais minerais que têm a função de repor os sais (eletrólitos) perdidos durante a transpiração. Além disso, hidratam o corpo e evitam cãibras, melhorando o desempenho nos treinos. Devem ser consumidos durante a prática esportiva.

4. Whey protein

Composto por proteínas originadas do soro do leite. Favorece a manutenção e o ganho de massa muscular. Pode ainda fortalecer o sistema imunológico e também possui ação antioxidante. Deve ser consumido até 30 minutos após o treino.

5. BCAA

São aminoácidos de cadeia ramificada (L-Valina, L-Leucina e L-Isoleucina), chamados também de aminoácidos essenciais, pois não são produzidos pelo organismo. Eles são responsáveis pela regeneração das fibras musculares que são rompidas durante a atividade física, minimizando a perda de massa magra ao longo da corrida. Normalmente são consumidos antes e depois do treino.

Mesmo em posse de todas essas informações, não podemos esquecer que a orientação de um profissional da nutrição é indispensável para iniciar o consumo de suplementação. Só assim você evitará problemas de saúde e efeitos colaterais indesejados.

Um praticante que leva a corrida como um hobby sério e pretende se profissionalizar acaba percebendo a necessidade de adquirir outros acessórios, como: cronômetro, roupas transpirantes, monitor cardíaco, mochila de hidratação, etc. Tudo para melhorar seu desempenho. Ao lado disso, são notórios os efeitos positivos da alimentação correta e da suplementação.

Agora que você sabe mais sobre suplementos para corredores, pensa em consultar um nutricionista? Se quiser ficar mais bem informado sobre suplementos alimentares e outros temas, siga a PaceFit nas redes sociais: acesse nosso Facebook, Twitter e LinkedIn. Mantenha-se sempre por dentro de tudo que acontece no meio esportivo!