Quem gosta de correr sabe que esta é uma atividade que envolve mais do que apenas a corrida. Existe toda uma estrutura de preparação para condicionar o corpo da melhor forma possível.

E o alongamento faz parte da rotina pré-treino da maioria dos atletas. Algumas pessoas dizem que o alongamento para corrida pode prevenir lesões, outras dizem que não. Quem está certo?

No post a seguir vamos responder a esta pergunta. Confira!

Quais são os benefícios do alongamento para corrida?

Independentemente de qualquer atividade, alongar o corpo traz alguns benefícios interessantes:

  • Redução das tensões musculares;
  • Relaxamento muscular;
  • Aumento da consciência corporal;
  • Melhora do fluxo sanguíneo na região.

Para aproveitar esses benefícios, é importante que o alongamento seja feito da forma correta, respeitando os limites do próprio corpo. Se você já tem alguma lesão, não faça alongamentos sem supervisão do personal trainer ou do fisioterapeuta.

Alongar-se antes de correr previne lesões?

Existem duas grandes correntes que trazem conclusões sobre a prática do alongamento na prevenção de possíveis lesões musculares e articulares.

Alguns especialistas classificam o alongamento como um estímulo à musculatura da região tensionada, trabalhando a elasticidade de forma natural e sem forçar a articulação. Estudos indicam que esse hábito melhora a flexibilidade e a elasticidade do músculo e, em paralelo à atividade física, ajuda a prevenir algumas lesões na região.

A segunda corrente afirma que, apesar de todos os benefícios que o alongamento proporciona ao corpo, essa prática não ajuda a prevenir possíveis lesões. O alongamento estático, modelo que estamos acostumados a seguir, pode diminuir a força muscular em até 30% de sua capacidade total, causada pela resposta neuromuscular inibitória.

Em contraponto, sugerem ainda que antes da atividade seja feito um alongamento dinâmico, com o intuito de aquecer o corpo para que ele já esteja com os músculos e os fluxos de oxigênio prontos para o ritmo da corrida.

Estudos ainda mostraram que esse tipo de alongamento não prejudica o desempenho físico do atleta, pois aumenta a temperatura corporal sem fadigar os músculos ou gastar o estoque de glicogênio.

Qual é o momento correto para alongar-se?

Como já falamos anteriormente, alongar não é uma atividade que vai, necessariamente, diminuir completamente as chances de você ter uma lesão durante a corrida ou qualquer outro esporte. Mas é uma prática que possui benefícios se feita com moderação, no momento correto e com materiais adequado (tênis e vestuário, por exemplo).

É interessante, por exemplo, alongar-se também nos dias em que você não vai se exercitar, já que nesse dia você não vai forçar tanto os músculos durante o esporte. Dessa forma, você ajuda seu corpo a ganhar elasticidade e a melhorar a amplitude dos movimentos de forma ainda mais eficiente.

Se preferir alongar-se antes ou depois de um treino, o recomendado é que seja um alongamento de baixa intensidade para evitar o desgaste excessivo do músculo.

O alongamento para corrida é muito necessário, especialmente porque essa atividade exige muito dos músculos da perna. Fortalecê-los e torná-los mais flexíveis melhora o condicionamento e o desempenho do atleta, além de ser um dos fatores que ajuda a prevenir lesões em longo prazo.

Agora que você já sabe prevenir lesões com alongamento para corrida, conheça os benefícios dessa prática para a sua saúde e bem-estar.