Na atividade física, muitas vezes observamos somente o resultado final de alguma modalidade que nos propomos a fazer. Se estiver fazendo musculação, por exemplo, carregar mais peso é sinal de evolução. No Basquete, acertar mais cestas. E na corrida? Correr mais rápido, é claro!! E quando isso não está acontecendo, podemos achar que tem relação com uma menor dedicação nos treinos, pouca força de pernas, ou até aspectos psicológicos.

Mas você sabia que o desequilíbrio, encurtamento, fraqueza do seu corpo podem ser o fator determinante para não ocorrer essa evolução? Para descobrirmos se o nosso corpo está com todos esses aspectos bem ajustados para o treinamento, existe o FMS ( Funcional Moviment Screen)

Na prática, essa avaliação observa a harmonia, simetria e força nos padrões de movimentos básicos de nosso corpo, evitando ações e e apoios de forma desequilibrada. Dessa forma, com o FMS o corredor consegue identificar fraquezas, encurtamentos e desequilíbrios em diversas partes do corpo, e que podem estar contribuindo para lesões ou falta de evolução. Com o FMS, você consegue “endireitar” seu corpo para render melhor.

 

Como é feito o teste?

Consiste em 7 exercícios. Cada um tem um score de 0 (movimento ruim ou não realizado) a 3 (movimento excelente). A soma deles dará o nível de equilíbrio ideal e quais procedimentos devem ser inseridos e/ou mantidos.

 

Onde posso fazer o FMS?

Treinadores de corrida, Personal Trainers e avaliadores credenciados podem aplicar o teste, onde é sugerida uma periodicidade de 3 a 4 meses.

Sabendo da importância dessa avaliação, a Pacefit disponibiliza gratuitamente para nossos corredores essa avaliação.

Não deixe de observar quais aspectos do seu treinamento precisam melhorar para que o resultado final seja o que busca. Afinal, nem mesmo uma Ferrari terá a melhor performance com um pneu careca, ou uma gasolina ruim.