Os atletas estão sempre em busca de novos desafios nas maratonas. Algumas são bem complicadas de fazer e, por causa disso, são consideradas as maratonas mais difíceis do mundo devido ao seu alto grau de exigência de força física e resistência do maratonista.

São provas que conseguem testar os limites dos participantes: corridas que possuem mais de 225 quilômetros para serem percorridos, locais totalmente fora do comum como desertos e florestas tropicais e temperaturas extremas que podem chegar a – 50°C, testando a resistência dos competidores.

Quer saber quais são essas maratonas e quais os desafios que os maratonistas enfrentam em cada uma delas? Então continue por aqui!

1. Maratona da Grande Muralha da China

Disputada desde 1999, poucos são os que conseguem finalizá-la. Um exemplo bem claro disso é o que aconteceu em 2013 quando Filipa Elvas conseguiu concluir a maratona, sendo a única mulher a fazer isso dentre as outras 30 participantes da prova. Nesse ano, só 15 atletas conseguiram concluir a prova. Isso tudo mostra o seu grande nível de dificuldade.

Mas por que andar por uma das maiores maravilhas construídas pelo homem é tão difícil? As rampas da muralha são bem inclinadas e os participantes são desafiados a subir quase 5.200 degraus!

2. Maratona dos Incas

O cenário é espetacular, mas é preciso muita força, treino e resistência para vencer essa prova. A maratona é feita em pequenos trechos nos Andes e também ao redor da antiga cidade de Machu Picchu.

São condições naturais bem difíceis, já que o local está há mais de 3 mil metros de altitude, ou seja, a disponibilidade de oxigênio é menor, o que dificulta para quem não está acostumado a esse tipo de condições atmosféricas.

O atleta deve passar por locais de deserto, diversos tipos de ecossistemas, montanhas com muita inclinação e mata fechada. O grande perigo está nos penhascos que há por perto. Portanto, é necessário ter muito cuidado onde se pisa.

3. Maratona do Grand Canyon

Essa é outra paisagem espetacular que aguarda quem deseja participar dessa prova. Apesar desse cenário belíssimo e majestoso, o Grand Canyon esconde muitos perigos e é justamente isso que deixa a maratona tão difícil de ser realizada.

São quase 200 km de um território bastante hostil pelo seu clima árido, sendo necessária hidratação constante. O percurso costuma ser percorrido em 7 dias e é preciso ter muito cuidado onde se pisa por causa da irregularidade e grande quantidade de pedras.

4. Maratona do Everest

Só de ler a palavra Everest já dá para imaginar o grau de dificuldade de participar de uma maratona como essa. Afinal de contas, estamos falando da maior altitude do mundo, na qual as condições climáticas são bem perigosas — sobreviver num local como esse não é nada fácil.

É um percurso de 42 km. Não se engane pela pequena quilometragem em relação aos outros percursos citados aqui. A grande dificuldade está em vencer a altitude que, ao final do trajeto, chega a 8,5 mil metros. As condições atmosféricas e climáticas são completamente hostis.

Gostou de saber quais são as maratonas mais difíceis do mundo? Se você quiser ficar sempre por dentro das novidades não deixe de curtir a nossa página no Facebook!