A corrida está em alta, com um número de praticantes que cresce exponencialmente. Muitas pessoas sentem-se atraídas pela facilidade de iniciar no esporte, uma vez que basta um par de tênis, um bom programa de treinamento e muita força de vontade.

Entretanto, há um dilema que inquieta tanto os corredores iniciantes como os avançados: qual o melhor lugar para praticar o treino de corrida? Nesse post, mostraremos as vantagens e desvantagens de correr na rua ou na esteira. Acompanhe!

Vantagens de correr na rua

Diversidade de novos caminhos

A corrida ao ar livre proporciona infinitas possibilidades de caminhos, rotas e paisagens. Você pode correr nos locais mais belos da cidade, ou permanecer nos arredores de casa, a escolha é sua.

Possibilidade de correr acompanhado

A corrida ao ar livre pode ser praticada em grupos, com amigos e parentes. Muitas pessoas se motivam mais quando selam o compromisso com outras. Aproveite para criar um grupo de discussão, onde poderá trocar dicas de acessórios e rotas interessantes para percorrerem juntos.

Facilidade de praticar a corrida

É comum as pessoas terem outros compromissos e ficarem longe da academia ou do local onde se encontra a esteira. A corrida de rua pode ser praticada com facilidade em qualquer lugar do mundo, mesmo em viagens.

Desvantagens de correr na rua

Influência do clima

O clima é uma grande desvantagem da corrida de rua. Enfrentar as variações climáticas é mais um obstáculo que o corpo precisa passar. Muitas vezes, os horários disponíveis para treinamento são desfavoráveis para a prática esportiva ao ar livre, como no sol do meio-dia ou à noite. O período do inverno e as chuvas também podem atrapalhar.

Maior chance de lesão por impacto

Iniciantes, idosos, pessoas com sobrepeso ou que apresentam algum tipo de problema no corpo possuem uma grande desvantagem na corrida de rua. O piso asfáltico é um agravante, pois o impacto, comparado ao da esteira, é muito maior.

Alta probabilidade de acidentes

Devido aos buracos na calçada e no asfalto, pisos irregulares e a existência de pessoas, bicicletas e carros dividindo o asfalto com o corredor, o risco de acidentes também é maior.

Vantagens de correr na esteira

Controle do treinamento

Embora existam muitas tecnologias que acompanham o corredor de rua, a esteira é bem mais prática neste quesito. Nela o corredor pode programar velocidade, distância e inclinação desejadas, tornando o treino muito mais controlado.

Melhor aproveitamento do tempo

Com a turbulência do dia a dia, correr na esteira pode ser uma grande vantagem. Muitas vezes, as pessoas chegam tarde do trabalho e aproveitam a facilidade da esteira em casa para correr com uma roupa mais confortável, sem precisar se deslocar até a rua.

Menos impacto

A esteira absorve muito mais o impacto do que o piso. O amortecimento ajuda a preservar as articulações, ligamentos, tendões e musculaturas, diminuindo consideravelmente o risco de lesões.

Desvantagens de correr na esteira

Menor trabalho da musculatura

A esteira trabalha junto com o corredor, jogando ele para trás. Dessa forma, os músculos do posterior da coxa trabalham menos se comparados com a corrida na rua, onde o piso se mantém estático.

Limitações de movimentos

A corrida na esteira impossibilita que o atleta corra em declive, faça curvas e mude de direção, o que limita o treinamento.

Monotonia

O corredor pode desistir do programa de treinamento na esteira mais facilmente, por ela ser uma opção mais monótona.

Seja correndo na esteira, seja na rua, o importante é o corredor ter em mente que as duas modalidades possuem as suas vantagens e desvantagens. Por isso, o ideal é que você não se limite a apenas uma das opções, mas sim, varie o método conforme a vantagem que busca.

Está se preparando para uma prova de corrida e precisa treinar do jeito que realmente será testado? Corra na rua. Está chovendo? Vá para esteira! Mesclando as duas possibilidades, com certeza, você conseguirá desenvolver um treino perfeito.

Curtiu o texto e quer continuar informado sobre o mundo das corridas? Siga as nossas redes sociais ― Facebook, Twitter e Linkedin ― e fique por dentro!