Fortalecimento e corrida: qual devo fazer primeiro?

4 minutos para ler
Powered by Rock Convert

Realizar numa mesma sessão de treino atividades aeróbicas e de força tem se tornado algo cada vez mais frequente, em função de vários benefícios da prática e a busca por otimizar tempo. Mas quando falamos de fortalecimento e corrida, qual deve vir primeiro? 

“Tem que fortalecer!”, “Acho que está faltando você treinar força!”, “Como está o fortalecimento e corrida na sua preparação?”.

Todo corredor que já tem um tempo na modalidade, seja pelas dicas do treinador de corrida ou amigos de pista, será questionado em algum momento com perguntas iguais a essas. Não é à toa.  Fortalecer é um requisito fundamental para todo corredor. 

Porém, muito se fala desse tipo de treinamento físico, e pouco sobre qual a melhor forma de inseri-lo na sua rotina. 

Deve-se treinar o fortalecimento sempre em dias alternados com a corrida? Se unirmos correr e fortalecer numa mesma sessão, qual deve vir primeiro? São essas dúvidas que vamos esclarecer à partir de agora.  

Fortalecimento e Corrida: qual devo fazer primeiro? 

Quando avaliamos a melhor sequência, temos que considerar três pontos: fase de preparação, objetivo e tipo de treino. Dependendo de qual momento você se encontra a ordem pode mudar, bem como o tempo e intensidade. 

Fase de preparação

Em geral, o treinamento de corrida é fisicamente mais desgastante que o de fortalecimento. E quando uma pessoa está dando os primeiros passos na corrida, pensar em correr após um treino de fortalecimento irá reduzir radicalmente o desempenho na corrida. 

Por isso, iniciar o treino pela corrida nessa etapa pode ajudar na adaptação, já que o próprio treino de fortalecimento pode ser adaptado com mais facilidade, com a redução de cargas e intervalos maiores de descanso. 

Objetivos

Muitas pessoas são viciadas em corrida, e qualquer inclusão de atividades complementares é diretamente ligada ao que ela trará de benefícios para seu desempenho como corredor. Já os que têm a atividade apenas como um complemento, seja para prevenir doenças, perder peso ou aumentar a disposição, por exemplo.

Treino de força e corrida

Nesse caso, o objetivo dita a ordem. O foco é melhorar a corrida? O fortalecimento pode ficar para a segunda parte do treino. Agora, seu objetivo não é a performance como corredor, e sim ganhar massa muscular? Então pode deixar a corrida por último. 

Unir fortalecimento e corrida exige realmente ajustes muito finos, e várias questões devem ser consideradas, como o fator motivacional, por exemplo. Ou seja, fazer o que você gosta mais primeiro. Lembrando que, nesses casos, essas mudanças sempre devem ser conversadas com seu treinador de corrida ou na academia. 

Tipo de treino

O tipo de estímulo impacta muito no desgaste que terá durante a sessão de treino. Se você irá treinar apenas parte superior no dia, mesmo sendo a corrida seu foco, não há problema treinar força primeiro. 

Já em casos onde a corrida intervalada compõe um dos tipos de estímulo, e o foco é evoluir como corredor,  faça ela primeiro. Por ser um treino muito desgastante, começar o mesmo com 100% de combustível pode fazer toda diferença. 

Afinal, fortalecimento e corrida podem entrar numa mesma sessão?

O tempo disponível muitas vezes é um inimigo para adotarmos uma rotina regular de treino. Portanto, mesmo o recomendado sendo sessões alternadas entre a corrida e o fortalecimento, é melhor realizar numa mesma sessão do que deixar uma atividade de fora. Os benefícios de cada uma são bem distintos, e independente do seu objetivo, haverá uma perda importante. Em resumo: o ideal é o possível. Mesmo que as sessões sejam mais curtas.

Viu como para cada situação seu treino de fortalecimento e corrida deve ser adaptado? Tem alguma dúvida sobre outro tipo de situação? Compartilhe com a gente. 

Você também pode gostar

Deixe um comentário