Powered by Rock Convert

Decidiu que chegou a hora de abandonar velhos hábitos e adotar um estilo de vida mais saudável? Se esse é o seu caso, sua escolha pode ter sido iniciar na corrida.

Mas você não sabe bem por onde começar? Nós podemos te ajudar nessa busca! Afinal,  melhorar a qualidade de vida de nossos leitores é um dos nossos objetivos.

Embora nossa rotina esteja cada vez mais atribulada, nosso corpo se movimenta cada vez menos. A corrida, apesar das possíveis incertezas e dúvidas que possam ter pairado sobre a sua cabeça quando se decidiu, é extremamente simples e democrática.

Qualquer um pode começar a correr hoje mesmo! Mas para isso, alguns requisitos são muito importantes. Dentre os principais estão um pouco de disposição, tempo para treinar, paciência para se manter treinando sem resultados imediatos, orientação personalizada e uma vestimenta adequada.

Agora que vai iniciar na corrida, certamente já deve estar convencido sobre os benefícios que a prática pode trazer. As dúvidas são comuns para toda nova atividade que escolhemos fazer. Não se preocupe com isso.

Por isso, vamos te dar 6 dicas indispensáveis para você que está iniciando na corrida. Seguindo elas, com certeza você terá disciplina e confiança necessária para esses primeiros passos.

1. Vai iniciar na corrida? Escolha tênis e roupas adequadas

Embora você não precise investir muito em um tênis de marca e uma roupa que a proteja dos raios solares, o indicado é que você esteja confortável para correr.

Você realmente não precisa de um tênis de corrida assustadoramente caro se você pretende nesse momento apenas iniciar na corrida.

Ter um tênis específico é muito importante, pois ele tem os componentes necessários para ajudar no impacto e estabilidade de seus primeiros passos. Mas é cada vez maior o número de pesquisas que mostram que o conforto é o principal fator para prevenção de lesões, e não necessariamente o último lançamento.

Para facilitar a escolha, leve em consideração o seu tipo de pisada. Ele pode ser detectado de diversas formas, através de videofilmagem ou testes realizados em clínicas especializadas ou mesmo lojas do segmento.

Dessa forma, você terá mais segurança para não fazer a escolha errada e optar por um tênis que poderá lhe causar desconforto e problemas como bolhas, por exemplo.

Sobre a vestimenta, é necessário que elas sejam confortáveis e não limitem seus movimentos, como é o caso de bermudas muito largas e abaixo dos joelhos, ou camisetas muito apertadas, que geram maior atrito e podem causas assaduras.

Também é muito importante que as roupas tenham tecnologia que permitam a eliminação do calor, evitando o superaquecimento do corpo, gerando maior desgaste e aumento do batimento cardíaco. Tecidos sintéticos ou dryfit são os mais recomendados.

2. Alongamento é fundamental

Mesmo que a intensidade do seu treino seja baixa e que você esteja apenas começando, é muito importante que alguns hábitos procurem ser incorporados desde o início. E o alongamento é um pilar essencial no treinamento físico tanto de iniciantes quanto avançados

 

Mas por que eu devo me alongar? A resposta é simples, o alongamento é uma forma de preparar seu corpo para o exercício. Além disso, ele ajudará seus músculos a ganharem flexibilidade, o que ajuda muito na melhoria de sua postura.

Dica importante: Vai alongar antes de treinar? Evite movimentos muito amplos e ficar mais que 15 segundos na mesma posição. Isso poderá relaxar excessivamente seu músculo e tirar a força necessária para os treinos.

Opte por alongamentos dinâmicos, que trabalham com amplitude e movimentos repetidos durante o alongamento.

O alongamento pós treino também é fundamental e tem como principal objetivo o relaxamento muscular, para facilitar a melhor recuperação dos músculos envolvidos na atividade feita.

Por isso, invista no alongamento tanto antes de iniciar a corrida, quanto depois, quando finalizar o exercício. Você com certeza sentirá a diferença em seu rendimento e disposição. 

3. Cuidado com o que você come antes e depois do treino

Alguns corredores tem o arriscado hábito de correr em jejum, no intuito de perder mais gordura. Isso é uma atitude muito perigosa. Em estado de jejum, seu corpo estará com os níveis de glicemia muito baixa, o que pode contribuir para níveis baixos de energia, podendo gerar tontura e inclusive desmaios num treino de corrida.

Por isso, realizar pequenas refeições, que possam dar a energia necessária para os treinos e, ao mesmo tempo, não causem desconfortos gastrointestinais, é o melhor caminho. Suplementos alimentares como carbogel, palatinose e grãos também tem sido cada vez mais utilizados e dão excelentes resultados.

Para fazer as melhores escolhas, consulte um nutricionista de sua confiança para que ele possa indicar os melhores alimentos de acordo com seus objetivos e com a intensidade do seu treino.

4. Conheça o seu corpo

Não se esqueça: você é um corredor iniciante. E como tal, terá que passar por uma jornada de aprendizado, conquistas e lições que construirão o corredor que será no futuro.

Um mal quando começamos qualquer nova atividade é nos compararmos com pessoas que estão há muito tempo nessa mesma prática. Não se compare e respeite os seus limites.

As primeiras corridas que você se propor a fazer serão, de fato, um desafio para lapidar a sua disciplina. Contudo, não pense em performance. Participar de forma segura em treinamentos de corrida e provas de rua, com intensidade leve e de forma segura, fará com que conheça melhor seu corpo.

Para começar, desafie-se com moderação. Caminhar provavelmente é um hábito que mesmo sem nos darmos conta, está presente em nosso dia a dia. Tente manter um período do tempo caminhado e um período do tempo correndo. Ao iniciar na corrida, é possível e totalmente normal que o tempo caminhando exceda o tempo correndo, mas progressivamente você irá mudar isso.

5. Não se apegue a respiração

Muita gente usa como desculpa para não começar a correr, a baixa capacidade cardiovascular e respiratória. Mas você não precisa se preocupar tanto com isso. Quando você melhorar seu desempenho na corrida, sua capacidade respiratória e cardiovascular melhora consideravelmente.

Quanto mais o seu corpo precisa de oxigênio, mais ele tende a solicitá-lo e com isso, progressivamente o seu sistema respiratório melhora consideravelmente.

6. Tenha uma rotina de treinos pré-definida

É mais fácil ter disciplina quando você tem metas para cumprir, por isso uma agenda de treinos é fundamental para que você consiga manter-se motivado nas primeiras semanas de treino.

A agenda nada mais é do que uma programação coerente e organizada, elaborada por um treinador de corrida. Nela, serão discriminadas as atividades que você fará diariamente.

Há alguns aplicativos de corrida que podem ajudar na questão da planilha, contudo, são extremamente genéricos. O mais indicado é que você procure ajuda de um profissional especializado.

E você, está pronto e motivado para iniciar na corrida?Se quiser ajuda para esses primeiros passos, a Pacefit Treinamento de Corrida terá grande prazer em ajudar!