Como ter motivação para treinar durante a quarentena?

Busque motivação para treinar com estratégias simples
4 minutos para ler
Powered by Rock Convert

Após o grande período de reclusão decorrente do COVID 19, é muito natural que aquela vontade inicial de fazer atividade física comece a oscilar, mesmo com tempo disponível. Mas como manter a motivação para treinar quando bater aquela “bad”? É o que você irá descobrir a partir de agora.

Ninguém é de ferro. Pode ser a pessoa mais otimista do mundo, mas em algum momento da quarentena as lives, os treinos com os amigos na internet e o estímulo do seu treinador não será suficiente, e a desmotivação irá bater. Os treinos serão interrompidos. Para alguns, de forma permanente. Já para outros, apenas uma oscilação natural, decorrente dessa toda nova rotina e readaptação que o vírus COVID 19 trouxe para o mundo.

Mas como resistir mentalmente e seguir uma rotina regular de treino, e ainda com pique para treinar?

Diversifique seus treinos

A rotina na quarentena, com pouca ou nenhuma opção de lazer fora de casa, acaba levando as pessoas a terem uma sensação de que os dias se repetem, como no filme “Feitiço do tempo”. E uma das formas de evitar que isso atinja também seu cotidiano de exercícios físicos é mudar sua relação com os treinos.

Por isso, procure fazer aulas online em modalidades que nunca experimentou antes. Pode ser meditação, dança, funcional, boxe. Não importa. Buscar sair da zona de conforto dará uma nova perspectiva.

Quer motivação para treinar? Crie desafios

O ser humano é movido a desafios. E isso é ainda mais importante para quem não quer perder o pique nos treinos. Portanto, esse é o momento ideal de buscar treinos – ou mesmo tarefas – que permitam um aumento gradual do nível de dificuldade.

Inicialmente, nossa sugestão é que as opções sejam de realização em qualquer local, sem depender de uma grande estrutura ou materiais.

Seguem algumas opções de desafios que podem aumentar bastante a motivação para treinar:

– Aumentar semanalmente as repetições de polichinelos, agachamentos ou flexões;

Melhorar o nível de flexibilidade, tentando pegar a ponta dos pés, sentado ou em pé, medindo o máximo alcançado até o momento;

– Mexer na parte alimentar, reduzindo ou eliminando determinadas opções que podem ajudar num maior controle de peso;

-Tirar medidas e projetar uma evolução quinzenal em certas áreas (abdômen, braços, pernas) de acordo com a predominância desse tipo de treino;

Treine em dupla ou grupo

Antes de detalhar a alternativa, é importar frisar que a ideia não é criar grupos presenciais de treino. As opções de treinamento online se tornaram predominante e, em muitos casos, a única alternativa para algumas pessoas.

Ferramentas como zoom, Google meet ou mesmo o WhatsApp estão dentre as principais opções para esse tipo de aula. Chamar amigos, familiares ou parceiros e se exercitar juntos, além de dar motivação para treinar, também estimulará a interação social e maior contato com pessoas de seu círculo, bem como combate a depressão e pensamentos negativos.

Quer ter motivação para treinar? Escolha dias para descansar

Num momento que grande parte da sociedade está trabalhando de casa ou mesmo não trabalhando, é natural que se tenha muito mais tempo para treinar, inclusive todo dia.

Porém, ter dias para se dedicar à outras atividades, como assistir filmes, fazer cursos online, aprender alguma tarefa doméstica, será muito benéfico. Isso trará aquela vontade de voltar a movimentar o corpo, o que é super importante para manter a regularidade.

Portanto, o ideal é procurar fazer essas pausas quando a vontade para se exercitar estiver em queda. Dessa maneira, o tempo sem exercício será usado para outras atividades, ajudando a esquecer essa parte e tirando boa parte do peso do compromisso.

Viu como existem boas soluções para quem deseja se manter ativo e com motivação para treinar? Você tem o hábito de usar essas estratégias? Compartilhe com a gente

Você também pode gostar

Deixe um comentário