Powered by Rock Convert

Evoluir. Conseguir novos feitos. Você pode ser um corredor iniciante ou já ter encarado uma maratona em sua trajetória. Independente do seu nível, buscamos sempre melhorar quando fazemos algo. Afinal, Qual corredor não gosta de subir deu nível? Pode ser ficar mais forte, mais rápido, mais leve. E essa melhora passa essencialmente por uma postura ideal para correr. 

Ter uma técnica aprimorada é importante em qualquer estágio da corrida. Muitos corredores não dão a atenção devida a essa questão, mas ela fará cada vez mais diferença para quem busca longevidade ou desempenho.

Nesse matéria, vamos abordar quais capacidades físicas e técnicas são fundamentais na busca por uma postura ideal na corrida. São pontos que devem ser trabalhados tanto com corredores dando os primeiros passos quanto para os mais experientes. 

Postura ideal para correr? Coordenação é a chave

Capacidade técnica mais importante na busca por uma postura ideal para correr, a coordenação é o pilar de evolução para a técnica na corrida

Um corredor com coordenação apurada terá uma dificuldade muito menor em fazer correções em sua técnica. Imagine que o seu treinador de corrida nota um posicionamento de braços diferente do ideal. Ao sugerir um ajuste, o corredor coordenado conseguirá entender e incorporar o movimento com muito mais facilidade. 

Já o corredor com pouca coordenação, tende a tensionar mais ombros, assim como mudar a postura do tronco, dentre diversas outras compensações possíveis (e erradas). 

Por isso, focar em exercícios como corda, polichinelos, polisapatos e variações de coordenação braços e pernas, é o ideal. Além disso, o uso de acessórios como step, escadas de coordenação e medicine ball são uma ótima alternativa para corredores mais avançados.

Flexibilidade e mobilidade

Você pode ser coordenado, seguir à risca as orientações de seu treinador, e estar sempre atento a sua técnica. Porém, dificilmente conseguirá corrigir se não tiver uma boa mobilidade e flexibilidade. 

Primeiro, é importante entender a diferença entre as duas. A Mobilidade é a capacidade de realizar movimentos de grande amplitude nas articulações, sem restrições ou rigidez desnecessária.

Já a flexibilidade tem relação com o nível de elasticidade do seu músculo. Corredores com boa flexibilidade conseguem alcançar grandes amplitudes com maior facilidade. Essa condição permite ativar os músculos com todo potencial, já que o encurtamento muscular, que é um dos responsáveis pela má postura, não está presente. 

Uma região lombar e membros inferiores com boa flexibilidade e mobilidade, vão garantir a você a capacidade de alcançar a postura ideal para correr. 

Fortalecimento muscular

Presente em quase todas as recomendações para que busca se tornar um corredor completo e saudável, o fortalecimento muscular deve fazer parte da rotina de todo corredor.

Uma musculatura forte permite ao corredor não apenas prevenir lesões, mas também força para usar todo potencial dos músculos. Isso dá condições para buscar uma postura ideal na corrida. Além disso, uma musculatura forte retarda a fadiga. Por outro lado, dentre corredores é muito comum que, à medida que o tempo de corrida avança, o cansaço se instale e isso prejudique a manutenção da técnica. Por isso, atenção máxima a esse ponto.

Músculos mais fortes promovem o que chamamos de economia de corrida, que é a capacidade de gerar mais velocidade com menor desgaste. Essa é uma condição ideal para aprimorar técnica, assim como correr cada vez melhor.

Educativos de corrida

Já conhecido entre corredores de longa data, os educativos de corrida promovem um trabalho similar à coordenação. Porém, a diferença crucial é que os exercícios são específicos para simular uma postura ideal para correr.

Skipping, anfersen, Hope, Hopserlauf, dribbling… são apenas alguns dos principais educativos para corredores. Cada um tem um foco específico, que vão desde melhorar o movimento de braços até ajustar a inclinação do corpo a frente, uma das recomendações para correr melhor.

Sugerimos que os educativos de corrida sejam trabalhados com mais ênfase somente após a coordenação geral do corredor já esteja bem desenvolvida. Isso evitará uma dificuldade de incorporar e aplicar na prática os movimentos na corrida.

Postura ideal para correr = melhorar a técnica

Quando pensamos na última etapa por uma postura ideal para correr, treinar de forma específica a técnica com certeza é o que fecha esse ciclo.

Com todos os pilares físicos e técnicos desenvolvidos, é natural que o corredor busque focar apenas no gesto, corrigindo detalhes que podem fazer toda diferença para aprimorar a postura.

Nessa fase, filmar a corrida, fazer treinos em esteira para observar a técnica, e contar com um treinador para avaliar sua evolução, são fundamentais e levarão sua corrida a outro nível.

Porém, nunca é demais lembrar que todos esses elementos devem ser trabalhados regularmente, visando manutenção e aprimoramento. Melhorar sua forma de corrida não é como remédio. É preciso estar se avaliando sempre, e é muito comum que erros voltem a se repetir ao menor relaxamento.

Na Pacefit, realizamos um trabalho específico de técnica em nossos treinamentos de corrida. Além disso, também realizamos análises personalizadas e videofilmagem regulares com nossos alunos.

E você, costuma aplicar todas essas dicas na busca por uma postura ideal para correr? Gosta de utilizar outras estratégias? Compartilhe com a gente!

Powered by Rock Convert