Encontrar motivação para se exercitar é um grande desafio. Muitas vezes falta tempo, disposição ou falta de companhia. E nesses casos, encontrar desculpas parece um caminho mais fácil para não fazer atividade física. Mas será que o problema pode estar nos principais tipos de treinamento físico que anda fazendo? 

Atualmente existem inúmeros esportes e atividades físicas disponíveis, tanto em espaços abertos (parques, praças, pistas) quanto em academias ou studios. Cada qual com seu objetivo e que leva a resultados bem diferentes.

E para ajudar você na tarefa de escolher uma opção com a sua cara, separamos os principais tipos de treinamento físico. Vamos conferir?

 

Tipos de treinamento físico: hipertrofia

A hipertrofia é uma mudança no corpo decorrente do aumento de músculos. Para pessoas que buscam motivação para treinar e tem como desejo principal ficar mais forte, com uma musculatura aparente e bem definida, atividades com esse perfil são a melhor escolha.

Musculação

Umas das mais conhecidas e tradicionais, tem como grande vantagem o trabalho específico e localizado nos músculos. Além disso, é uma atividade individual. Por isso, pode ser feita a qualquer horário, o que facilita muito a sua prática.

Crossfit

Umas das práticas desportivas que mais vem ganhando adeptos. Com movimentos que mesclam tanto o levantamento olímpico quanto exercícios funcionais e atividades trabalhadas em escolas militares, garante a você não apenas músculos mais fortes, como também maior fôlego e condicionamento físico. 

As aulas são realizadas em grupo, o que ajuda muito a se manter sempre motivado. O lado negativo seria a falta de personalização dos treinos e exercícios, o que pode dificultar a adaptação de algumas pessoas.

 

Tipos de treinamento físico: aeróbico

As atividades aeróbicas são disparadas as mais praticadas no Brasil e no mundo. O motivo é simples: elas são mais naturais, exigem menor coordenação motora e queimam em geral mais calorias. Dentre os principais benefícios estão: aumento do fôlego, controle de peso, aumento da disposição e redução do stress.

Caminhada

Atividade física mais praticada, tem como principal vantagem não ter a necessidade de adaptação e aprendizagem, pois é um movimento conhecido e natural. Além disso, a caminhada consegue atingir todos os públicos, desde sedentários até idosos ou gestantes. É um dos tipos de treinamento físico mais utilizado como porta de entrada para pessoas que não fazem nenhum exercício físico.  

Corrida

Tem como principal diferencial potencializar os efeitos da caminhada e todos os benefícios de uma atividade aeróbica. Atualmente, também favorece o caráter lúdico e competitivo, pois conta com uma quantidade enorme de eventos de rua espalhados por todo o país. Além disso, muitas pessoas inclusive optam por entrar em grupos de corrida, para conhecer novas pessoas e levar a sério a atividade.

Ciclismo

Atividade cada vez mais praticada em academias específicas para a modalidade, além de estradas e como meio de locomoção nas cidades. Uma das maiores vantagens é o maior desenvolvimento não apenas da parte aeróbica, como também do fortalecimento de pernas. Ou seja, trabalha o coração e os músculos. Uma atividade completa.

 

Tipos de treinamento físico: funcional

Atividades com foco no treinamento funcional trabalham de forma específica fraquezas que o praticante tenha, seja relacionado a parte muscular, como problemas posturais e desequilíbrios de força, ou a capacidades físicas específicas (flexibilidade, agilidade, força, equilíbrio, dentre outras).

Pilates

Atividade que ganha cada vez mais adeptos. Trabalha o corpo de forma completa, desenvolvendo flexibilidade e força ao mesmo tempo. Isso contribui muito para uma melhoria da postura e consciência corporal.

Treinamento Funcional

Como o próprio nome diz, tem como objetivo trabalhar movimentos que levem a funcionalidade da rotina de cada pessoa. Atividades como agachar, sentar, se equilibrar, todos com a adição de carga com a evolução do treino, promovem um corpo mais forte e harmonioso.

Viu como não faltam opções para começar ou aprimorar seus treinos pra valer? E procure experimentar opções que aparentemente tenham mais a ver com você, permanecendo pelo menos por 2 a 3 meses. Esse período de adaptação é fundamental e necessário para observar se a prática escolhida não é a ideal, ou você apenas não se adaptou plenamente.

 

Você também pode se informar mais sobre quais atividades têm o seu perfil baixando gratuitamente o ebook Atividades físicas mais praticadas e como se disciplinar. E mais: É GRATUITO! Para baixar, basta clicar aqui.

Continue acompanhando nossas dicas no blog e em nossas redes sociais.