Wearable é um termo que agrupa tecnologias “vestíveis”. São os dispositivos utilizados como peças do vestuário. Na tradução literal para nossa língua, a partir do inglês, também significa “algo que se usa, veste”. A tecnologia wearable, então, é uma tendência a ser utilizada e ajuda muito na performance física na corrida, pois fornece informações tanto durante quanto depois do treinamento e lazer.

Esses dispositivos são parte do processo da onipresença da informática e computação na vida cotidiana, levando a uma constante conectividade entre objetos comuns e cada vez mais autonomia. São, por exemplo, relógios, sapatos, pulseiras, óculos e camisas.

Neste post, você conhecerá mais sobre essa diversidade em tecnologia móvel a ser inserida em acessórios. Confira como essas ferramentas ajudam a construir um ambiente melhor para os corredores iniciantes, intermediários e avançados.

Wearable e a performance física na corrida

Lembra-se de quando você começou a correr ou até a pensar em correr? Diversos acessórios e equipamentos eram buscados para fornecer uma ou duas informações. Atualmente, é cada vez mais comum conseguir tudo o que precisa de informações sobre seu treino de corrida em um ou dois wereables.

Com uma smartband, ou pulseira inteligente, podemos correr e armazenar dados como quantidade de passos, calorias perdidas e distâncias percorridas. Não somente isso, podemos ter monitoramento na qualidade de sono e um relógio estiloso. Isso ajuda demais a no acompanhamento de sua evolução de performance física na corrida

Falando nisso, também podemos verificar os dados por meio de smartwatches. Muitos desses relógios compactam o uso de monitores cardíacos, GPS e aplicativos de treino e mostram suas notificações do celular, diminuindo a quantidade de tempo em que paramos, analisamos a tela do celular, visualizamos o necessário e voltamos a correr.

Os últimos a entrarem no universo fitness tecnológico foram os smartglasses, que ainda são raros no Brasil e aparentemente não vingaram como opção. Os “óculos inteligentes” têm suas vantagens na questão da exibição. Podemos adaptar a distribuição das informações e quais queremos ver na lente e/ou ouvir, como distância e velocidade média, por meio do bluetooth de nossos smartphones.

O “usável” é somente por acessórios?

A tecnologia wearable já não é limitada apenas a acessórios! Existem tecidos com nanotecnologia e todo tipo de peças comuns alteradas para adaptação de cabos, detectores e muito mais.

Uma blusa de mangas compridas, com capuz, onde as cordas são fones de ouvido é um exemplo elegante e confortável, com zíper e utilizando headphones de alta qualidade. Esse é um item da série Rusty’s Wired e possui entrada de áudio dentro de seus bolsos, o que torna seu celular ou iPod, ou o que preferir para a corrida mais seguro ainda, para guardar e não cair, além de deixar seus fones muito bem escondidos.

A OMSignal vem produzindo tecidos com tecnologia wearable com foco não apenas em performance física na corrida e outros esportes. Em tempo real, sua própria camisa ou top esportivo podem, através de biossensibilidade, medir sua pressão arterial e calorias gastas e enviá-las para seu celular. Porém, essa é outra tendência que ainda não se popularizou. Isso ocorre por exigir maior entendimento dos dados por parte do usuário. Além disso, outra dificuldade é a necessidade do wereable “conversar” com outros equipamentos.

A Nike é uma ótima representante desse tipo de tecnologia wereable. A FuelBand foi um dos primeiros gadgets a preocupar-se com a atividade física do usuário por meio de um bracelete digital. A indicação funciona conforme uma iluminação em LED e exibição em cores. Assim, podem-se definir objetivos, acompanhar seu progresso e até compartilhar em redes sociais via iPhone.

A Nymi é uma pulseira que vai até um pouco além do monitoramento. A pulseira analisa sua saúde, armazena senhas de cartões de crédito e pins de segurança, permitindo um controle bastante único. Para maior comodidade, essa tecnologia funciona somente com seu próprio dono.

Aplicativos  x Pulseiras e Relógios para correr

É cada vez mais comum o uso dos aplicativos de celular no treinamento, inclusive substituindo as pulseiras e relógios. Smartphones colaboram imensamente com uma lista bastante prolongada quando se fala em tecnologia wearable e corrida. Além disso, ainda tem a vantagem de atender não apenas os corredores, mas também pessoas que querem emagrecer, fazer treinamento funcional, se alimentar melhor, dentre outros.

Um dos maiores diferenciais atualmente é a integração entre relógio e aplicativos. Além disso, diversas marcam tem lançado relógios e pulseiras que já vem com um aplicativo, proporcionando integração completa das atividades. 

A tecnologia se adere às nossas vidas em busca de nos ajudar. Portanto, mantenha seu esporte favorito como um sinônimo de liberdade, preste atenção no que cada passada lhe proporciona!
 
E você, costuma usar alguns desses wereables para melhorar sua performance física na corrida? Motive seus amigos, colegas e familiares compartilhando esse artigo em suas redes sociais e mantenha o pique!