No mundo da corrida e da atividade física em geral, temos muitos paradigmas relacionados a determinadas atividades. Musculação para idosos, qual melhor atividade para emagrecer, etc. Nessa gama de atividades, o treinamento de corrida para mulheres também tem um espaço especial e é alvo de muitas dúvidas.

Mas antes de tudo isso, é importante citar o grande papel feminino nas corridas de corrida. Segundo o pesquisador e educador físico pela Universidade de São Paulo, Danilo Balu, que avaliou 50 provas de rua do Brasil, 42% dos participantes em provas de corrida de rua é composto pelo público feminino (em 2014 eram 32%).

Isso mostra o quanto o treinamento de corrida para mulheres tem crescido, e como o público feminino tem buscado a corrida como atividade principal para sua rotina de treinos. Nesse cenário, é fundamental saber o quanto ele precisa ser específico e direcionado, atendendo essa demanda com qualidade e eficiência.

Nem precisamos falar o quanto às motivações e objetivos das mulheres se diferem dos homens em muitos casos, não somente no comportamento, mas também no aspecto físico. Por isso, separamos uma série de questões esclarecedoras para você, que é mulher e busca entender mais sobre como aproveitar ao máximo sua corrida. Vamos conferir quais as principais diferenças no treinamento de corrida para mulheres? 

Corrida emagrece

Sim. A corrida emagrece. Por ser uma atividade onde se trabalha o corpo todo, e por isso tende a proporcionar um gasto calórico significativo, com certeza ela ajudará muito no processo de emagrecimento.

Mas é sempre importante lembrar que, como em qualquer processo de aprendizado, é necessário ter orientação especializada, seja para iniciantes na atividade, ou para o refinamento e planejamento mais específico de corredoras mais experientes.

 

Ciclo menstrual impacta na corrida

Sem dúvida um dos pontos de maior diferença em relação aos homens se refere ao ciclo menstrual. Muitas mulheres ficam mais cansadas e indispostas no período menstrual, o que pode prejudicar sua corrida. Por outro lado, diversas mulheres relatam que o período de TPM (Tensão pré-menstrual) contribuem para ficarem mais “alertas”. Isso ajuda em alguns casos numa maior intensidade no treinamento de corrida.

 

Corrida NÃO envelhece a pele

Umas das questões mais polêmicas para o público feminino. Existem muitas dúvidas sobre como a corrida pode afetar a pela feminina, deixando-a mais velha ou enrugada. A verdade é que isso não acontece.

Na realidade, qualquer atividade física outdoor de longa duração precisa de cuidados. Afinal, não queremos que a pele seja afetada e leve até a problemas mais graves, como um câncer de pele.

Em nosso blog, temos uma matéria completa sobre o tema. Para ver, é só clicar aqui.

Esperamos que tenha gostado das dicas e explicações sobre as diferenças de rendimento.